quarta-feira, 14 de março de 2012

Samba de ir embora só.


Você acredita se eu disser que vou sentir falta? É, sei lá, vai fazer falta como faz tudo aquilo que mexe com a gente por dentro - por um dia ou um ano, tanto faz. Vai fazer falta como faz qualquer pessoa que saiba se tornar importante, vai fazer falta como você sabe fazer falta, do jeito como ainda vou descobrir. Acho que cada um faz falta de um jeito, entende? Ainda vou descobrir como é sentir falta de você, se é excruciante como faltar um dente ou suave como uma brisa soprando no lugar vazio ao meu lado. Algumas coisas posso prever, quer exemplos? Sei que vai fazer falta o seu olhar que procura e foge, o seu sorriso que me sequestra e o teu sotaque que me ganha fácil; vai fazer falta a tua busca e o meu sorriso que sorri quando te encontra; vai fazer falta o sentimento bom e meio bobo que é acreditar em nós dois. Vai fazer falta aquilo tudo que eu sentia e fazia de conta que não, aquilo que eu não sentia e inventei pra ter inspiração, aquilo tudo que de qualquer jeito foi sentimento.
Mas não é a primeira vez, a gente se acostuma. Não é a primeira vez que o balão cor de rosa de um sonho bonito estoura antes de alcançar as nuvens (ou as estrelas do teu olhar). Posso lidar bem com isso, não se preocupe, fui eu mesma que decidi atirar a flecha que estourou o balão quando percebi que não fazia sentido deixá-lo ir em direção a algo que ficava cada vez mais longe. Não é covardia, só quis salvar meu coração. Não é isso o que você fazia enquanto fugia? Desisti, obriguei meu olhar a fixar no lado oposto enquanto você passava e a fixar a parede ou o teto, qualquer coisa mais estável que você, quando você me olhou de canto. Tô treinando não pensar em você e não ganhar o dia quando você chega. De tanto treinar, um dia a gente acostuma. Eu vou me acostumar, e essa é a parte ruim de tudo isso.
Você foi algo tão diferente. Foi um marco, sabe? Um momento em que decidi o que realmente buscava e queria do meu lado. Você mostrou que eu estava navegando na direção errada, meu norte eram suas características. Eu quis te conhecer e quanto mais te conhecia, mais queria ter a sorte de te ter. Não deu. Não deu ou eu desisti cedo demais? Espero que um dia você reconheça meus esforços e tentativas. Espero que um dia, sei lá, a gente se encontre pra falar do que poderíamos ter sido. 
O que vou levar de tudo isso é a certeza de que estou pronta pra me entregar de novo. Eu posso sentir novamente, e a culpa é sua. Talvez eu não saiba mais o que é paixão e me perca nas definições que as pessoas vivem tentando dar praquela sensação de borboleta no estômago e coração batendo mais rápido, mas vamos fazer de conta que me apaixonei. Paixão, pelo menos, rende poesia. O oposto do amor é a indiferença, o oposto da paixão é o quê? Se souber, me diz, preciso saber o que sentir por você, ainda é muito novo pra mim não me apaixonar um pouco mais a cada dia. Eu estava procurando um amor e só encontrei seu olhar e essa paixão que me arrebatou por um tempo, inflou meu balão de esperança e agora é só - ou tenta ser só - uma lembrança bonita de um jogo que não era jogo, mas desejo disfarçado em medo. Quis dançar um samba só com você, e dancei só. O meu samba agora é outro, tô indo embora do dramalhão que eu mesma criei. Mas posso ficar mais um pouco, é só seu olhar dançar comigo o samba que foi feito pra dançarmos a dois. Vem dizer que ainda é cedo, que eu estendo o ponto final e transformo em reticências, feito uma rede pra descansar no seu olhar só mais uma vez.

4 comentários:

Laís... disse...

Gostei como conduziu o texto e sim,muitas e muitas vezes dançamos só na vida mas faz parte. Assim quando encontrarmos um parceiro à altura não faremos feio,foram às vezes anos ensaiando... =)

Ana Flávia Sousa disse...

Termino de ler essa dança da saudade que ainda nem chegou, extasiada!
Deixei que as letras conduzissem o baile e me encantei com cada passo bem dado!

(:

Magda Albuquerque disse...

Nicoleee =)
Nessa onda de Memes, alguns blogueiros andam fazendo esse e eu acabei sendo contemplada. Agora repasso pra alguns, inclusive pra você. Tá aqui: http://psicoflores.blogspot.com.br/2012/03/meme-das-11-perguntas.html


Beijinhos.

Luiza disse...

Poético Nicolle e super bonito. A romântica e apaixonada está de volta, que lindo. E que vocês dancem e façam a festa, sorte sorte e muito amor.

poderá gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...