sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Diálogo V


- Oi, tô ligando só pra dizer que você pode vir. Quer dizer, a casa ainda tá meio bagunçada, ainda tem poeira naquele cantinho esquecido da sala e o porão continua intocado em seu esquecimento. Desculpa, não tive coragem. Ainda. Mas acho que isso a gente pode fazer juntos, não? Vai ser mais fácil se você me ajudar, se você estiver aqui me fazendo rir enquanto eu tiro o que está embaixo do tapete; você pode ficar sentada no sofá me contando sobre seu dia enquanto eu jogo aquelas fotos no lixo; você pode segurar a lanterna enquanto abro todas as caixas e me livro do que não me serve mais; você pode, sei lá, só estar aqui. Há de ser o bastante. O que eu tinha que fazer sozinho, eu fiz, mas preciso de você pro que é mais difícil. Já arrumei a estante, tem espaço de sobra pra você e todos os seus sorrisos, tem espaço pros seus livros, pros seus discos, pro que você quiser trazer. Tem sua comida favorita na geladeira, chocolate na mesinha de centro, um bloquinho pra suas anotações de cabeceira. Só falta você. A gente pode se divertir enquanto pinta todas essas paredes com as nossas cores, enquanto dançamos nossa canção que ainda precisamos descobrir, enquanto deixamos a minha vida parecida com nós dois. Eu sei que tudo isso requer coragem e que daqui a um tempo pode ser a hora de limpar tudo de novo, desmontar o que construímos e revirar passados e baús, pintar as paredes de outra cor, tirar da minha vida tudo o que hoje eu faço questão de colocar. Por isso eu tive medo, tenta entender. Mas agora, às cinco e cinquenta e três dessa tarde nublada, do último mês desse ano que foi mais feliz porque te encontrei, enquanto o rádio toca a canção que você odeia e os carros lá fora buzinam em frente ao sinal com defeito, eu descobri: eu-quero, eu-não-me-importo-com-os-riscos, eu-não-vejo-coisa-melhor-do-que-inaugurar-nós-dois. A gente nem precisa ir tão longe ou tão fundo e se esforçar pra falar de amor; a gente fala só daquele espaço que falta ser preenchido quando vamos embora, daquilo que está por trás das risadas que a gente dá sem motivo nenhum, daquilo que fica estampado na minha cara de bobo quando te vejo chegar. Daquilo tudo que eu tentei não ver enquanto você já sabia e tentava me alertar. Aquilo que eu senti naquele dia em que você desceu as escadas e disse que voltaria quando fosse a hora. Eu ainda não sei muito bem se a gente pode saber com exatidão se é a hora ou não, mas deve ser. Essa ligação é só pra dizer que o relógio já foi ajustado pra gente começar, que a casa está preparada pra te receber e que você nunca mais vai precisar ficar esmagada naquele sofá de sempre: você tem liberdade pra dançar pelo corredor e por todos os cômodos. Enfim limpos. Enfim vazios de coisas velhas. Enfim preparados pra te receber. Era essa a hora? O momento em que eu encontrasse a coragem que nunca te faltou e assumisse o presente, soltasse de uma vez as amarras que me prendiam ao passado e me limpasse do que só servia pra ocupar espaço e acumular poeira? Pois bem, meu bem, vem agora. Agora é o tempo das nossas vidas.

6 comentários:

Evelyn Dias disse...

Florzinha, adorei seu blog.
Estava esperando você postar, rsrs.
Muito lindo mesmo! O texto também, beijos (: Seguindo-te.

Ana Flávia Sousa disse...

Fazia tempo que não visitava os sonhos da moça, e a moça de sonhos tão bonitos.
E que texto bonito, que ligação importante. Esta época está mais que propícia a recomeços.
Um beijo.

S disse...

''O momento em que eu encontrasse a coragem que nunca te faltou''
Que vontade de ligar para uma certa pessoa para dizer essas coisas, do tipo que mudaria tudo no momento, mudaria minha vida para o ano que vem, eu adorei o dialogo.
Parabéns, beijos querida!

Gislãne Gonçalves disse...

Lindíssimo!!!

:)
beijos

Luiza disse...

Lindona moça, que texto lindo. Quando o novo vier, precisamos mesmo estar com a casa limpa, os braços bem abertos. Esse texto me lembrou "casa pré-fabricada" dos Los Hermanos.
Gostei muito, ficou maravilhoso. beijões

Jani'z disse...

nussa cara, amei seus textos todos muito lindo muito bem elaborado e de coração *-* Voltarei sempre aquiii ;**

poderá gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...