sábado, 5 de fevereiro de 2011

Hoje é dia de (Marcelly) Maria.


São quase onze horas da véspera do seu aniversário e eu começo a me desesperar por ainda não ter feito o seu texto - que já é uma tradição pra mim e não, não pode deixar de ter. Os textos que escrevo pra você, em forma de depoimentos, recados, ou seja o que for, sempre saem naturais, sem preocupação com o que vou dizer, as palavras simplesmente vão vindo e se encaixando em seu devido lugar, sem maiores trabalhos e dores de cabeça. Confesso que pensei em não te escrever nada, devido a minha notável falta de inspiração/vontade de escrever, mas no fim decidi abrir a página e deixar a amizade me levar pelo caminho que ela quisesse seguir. E olha, tenho então muito a dizer. Porque comecei como sua segurança, quando você ainda era uma menina meio estranha, que não falava com ninguém, mas tinha o (des)prazer de ser perturbada pela nossa querida ave de estimação e terminei te tendo como bebê oficial. A menina que mesmo ainda quietinha, mostrou-se tão - e acrescente intensidade ao tão - engraçadinha. E assim, de agregada das estrelas, foi conquistando espaço - e corações - e acabou sendo peça fundamental, perninha que mantém o grupo de pé e que quando esconde o seu brilho faz todo mundo sentir a diferença e sair correndo pra procurar a tomada que a ligue novamente e faça acender todo a luz que tentou se apagar.
Talvez hoje você esteja nos seus dias de isolamento - lembra deles? -, passeando pelo pátio com seu casaquinho preto mesmo debaixo do sol de Realengo, com seus bracinhos cruzados ou passando o recreio trancafiada numa sala. Dias assim acontecem, quem sou eu pra dizer que não? Às vezes parece mesmo que o sol lá fora, por mais que possa ser visto, não pode ser sentido e só o que há é frio e solidão. Às vezes a gente precisa mesmo se guardar, economizar o brilho, reunir forças pro amanhã - chamam isso de auto-conhecimento. E, claro, mesmo cercado de um monte de gente, todos têm o direito de se sentir especialmente sós - por tantos motivos que não vêm ao caso. Eu sei disso tudo, eu passei por isso tudo, mas eu escolhi não deixar isso tudo me dominar. E é só o que eu quero dizer pra você: escolha vencer. Escolha levantar hoje, no seu dia, e olhar pro sol e arriscar sentí-lo, não importa a barreira, dispense o casaco e todos os protetores, deixe o sol tocar em você e ir clareando todos os quartinhos escuros da sua mente. Entre a esperança e a descrença, opte pela esperança. Não importa se te chamarão de louca, se não puderem enxergar a luz que você vê no fim do túnel, o que importa é que você sinta e essa esperança te faça caminhar. No meio do caminho tudo se resolve, se explica, se adequa ao sorriso no nosso rosto. A vida é assim mesmo, gosta de surpresas. O nosso coração então, gosta de se enganar. A gente vai lá e cisma com algo até que pareça o melhor, mas existe alguém lá em cima que sabe o que está fazendo, que sabe por onde conduzir nossa vida e nossos sonhos. É, concordo que nem sempre dá pra entender, o melhor parece o pior aos nossos olhos, a gente pensa que não vai dar, que o sol que hoje não se pode sentir amanhã vai deixar de aparecer, mas não. Disseram por aí que Deus sabe o quanto a gente pode suportar. E, quer saber, bebê? você é forte. Você saberá lidar com toda mudança de planos, porque eu tenho certeza que você é daquelas que deixa a vida nas mãos de quem entende das coisas: nosso querido Papai do Céu.
Hoje é dia de Maria e eu venho te convidar pra sair dessa sala fria e correr pelo pátio comigo. Me deixa tirar a moleca do teu pé, te fazer rir com alguma piada idiota, deixa que as estrelas te ajudem a brilhar mais forte. Você nunca estará sozinha, e por isso mesmo não há porquê se esconder. Nós sempre iremos te encontrar, fazer seu telefone tocar, onde quer que você esteja. Um dia prometemos que seria pra sempre e será. E pra sempre, na minha visão, não só significa algo que vai durar por todos os dias da nossa vida, mas também algo que existirá nos dias ruins e nos dias felizes. Mesmo que você - como sempre rs - prefira não falar, ficaremos de pé ao teu lado. E quando você for dar o seu grito de vitória, tenha certeza de que estaremos lá, nos unindo a sua voz e fazendo-o ser mais forte. Porque se amigos são pra essas coisas, imagine estrelas. Estrela sozinha não sobrevive à escuridão da noite. Estrelas precisam de estrelas. E nós estamos aqui dispostos a sermos o que o nosso nome diz: Estrelas. E sabe o que estrelas fazem? Brilham na escuridão. Então, o que você está esperando pra tirar esse casaco preto e sair dessa sala? Vem. Do lado de cá você tem abraços, sorrisos, felicitações e agradecimentos. Você é muito importante, Marcelly Maria, e todos nós sabemos que uma Marcelly como você, Marcellyy com dois y's, a gente não encontra todo dia.
Feliz Aniversário, bebêzinha, os votos a gente não precisa dizer, porque ficam subentendidos em cada entrelinha dessas linhas definitivamente escritas com o coração.
Eu te amo, amiga, bora ali ser feliz?

E pra você sorrir, eu pago até mico expondo uma foto dessas. Nem ligo.
(HUIAHSUIAHSIUHASIUHAISUHAUSHIUASHUAHS) 

8 comentários:

@juusep disse...

Feliz Aniversário! o/

Marie Raya disse...

Amizade é incrível, um dos maiores amores. Lindo seu texto e seu carinho. Beeijos e to seguindo :*

Emi disse...

Linda homenagem, Nic! E que bela prova de amizade!
Beijos, querida!
Sucesso sempre para esse blog maravilhoso!

Roberta Galdino disse...

oi, eu estive lendo seus textos e devo confessar que me identifiquei muito
adorei
te sigo
me visita e segue?
http://rgqueen.blogspot.com/
bjos, é maravilhoso como escreve.

Natália disse...

Lindo, lindo. Beijo

Jaynne Santos disse...

Tem um questionário pra você no meu blog.
Passa lá quando puder.
Beijos;

Bells disse...

haha que lindo, amizade sempre é lindo, certeza que sua amiga deve ter adorado Nic. Enfiiim que saudades daqui menina, mas como sempre perfeito, parabéns nic (:
xx

Ariana disse...

Como já dizia Mario Quintana, a amizade é um amor que nunca morre.
Me emocionei com esse post, fiquei imaginando seu sentimento por ela, tu és uma amiga de verdade e ela deve ter ficado muito feliz ao ler esse texto!

Adorei!


Beijos

poderá gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...