quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Ao meu Papai Noel.


Querido Papai Noel, sei que estás comigo além dessa época de canções natalinas, roupas novas e luzes piscando na varanda - coisas que só existem porque você um dia veio ao mundo. Sei que não é necessário uma carta, porque você ouve cada sussurrar e cada gemido do meu coração, mas o fim do ano se anuncia e pra não perder o costume, escreverei para o teu pólo norte, que é aqui bem perto de mim. Sempre me atrapalhei com pedidos, confesso, tenho medo de exceder meu limite e exigir demais, pedir o que você não pode me dar e passar o ano me lamentando porque o meu papai noel esquecera de ler minha carta, quando na verdade, eu sei que pedi além do que me era permitido, coisas que eram aparentemente boas pra mim, mas que você, papai noel, sabia bem que eu não estava preparada para recebê-las ou merecia algo melhor, além do que eu sempre imaginara. Me atraverei a listar meus pedidos, mas tu tens carta branca para tirá-los da lista e substituí-los por algo melhor. O que eu peço Papai Noel, é um monte de coisa que não posso comprar em lojas nem tocar. Peço coisas pro coração, porque sei que se ele estiver em paz, todo o resto dançará conforme suas batidas.
Quero poder ser sempre de verdade, nunca precisar esconder o que sinto, fazer de conta que sou alguma coisa pra ser bem aceita; quero que me aceitem assim: cheia de falhas, com minhas piadas sem graça, minhas palavras desajeitadas e todo o mistério que me cerca. Quero que o meu sorriso seja sempre verdadeiro e que em cada lágrima que ele camuflar, seja encontrada a força necessária pra mantê-lo firme durante todos os anos. Quero ser feito música pra alguém: infinita e inesquecível. Que a minha presença conforte, anime, faça bem. Que as minhas palavram encontrem sempre um endereço, ainda que distante. Que a alegria jamais se perca de mim. Que meu coração seja sempre bem povoado. Que o pra sempre se torne uma verdade na minha vida. Que "Ser Feliz" torne-se meu grito de guerra. Quero novos sonhos, novos olhares, novas oportunidades. Quero escrever meu futuro, tecê-lo fio por fio, participar com orgulho de cada etapa até a realização completa. Quero pessoas amadas por perto - ainda que só perto do coração. Que os votos de amizade eterna declarados hoje, se renovem a cada manhã. Que não haja impossível e que os que pintarem no caminho sejam sufocados com as cores da possibilidade. Que dor nenhuma me tire a beleza da vida. Que de cada queda eu levante com mais força. Que o amor encontre seu caminho até mim e que pra ele não haja fim. Que eu não perca nunca a esperança de encontrá-lo na próxima esquina, ainda que a próxima esquina fique a milhas de distância de onde estou. Que as canções que repetem na minha mente a ideia da desistência, não sejam capazes de influenciar-me: estarei firme no amor até o fim. Quero os melhores beijos, as cenas improvisadas, as crises superadas. Quero frases, fotos, publicidade no amor - ainda que depois só reste a vontade de escondê-lo do mundo e perder-se num abraço eterno. Quero oceanos atravessados, distâncias encurtadas, amor impossível acontecendo na frente dos meus olhos. Quero clichês, sentimentos bonitos, perdão. Quero segundas chances, o que não foi dito gritado, espaço e tempo pra ser infinito. Não quero ser envergonhada, quero ver tudo o que acredito tornando-se real.
Quero, Papai Noel, tudo aquilo que te digo todos os dias e que não cabe nesse pedaço de papel. Lembra de mim, daquela voz tímida que sempre pede as mesmas coisas, lembra das orações que faço no silêncio da noite e dos nomes que incluo. Lembra das inúmeras cartas que te escrevo além do natal, sem caneta, nem sempre com o meu endereço, mas tantas vezes com aquele destinatário tão distante de mim - cuida dele por mim, papai noel, faz desse o nosso segredo e envia teus presentes mais bonitos.
Por fim, Papai Noel, que as meias penduradas sejam cheias de amor, sorrisos, amizades, "felizes pra sempre", sonhos e realizações. E que seja assim a cada natal. Para Sempre.

"E que a minha loucura seja perdoada
Porque metade de mim é amor
E a outra metade também."
(Oswaldo Montenegro)

3 comentários:

Natália disse...

Não gosto de pedir, prefiro esperar pelo o que eu estou merecendo no presente momento. Beijo

Kauana da Costa Rosa disse...

oooi! passando aqui para avisar que mudei o visual do meu cantinho =)
depois passa lá e me diz o que achou =)
beeeijos

Luiza disse...

bons pedidos. sua doçura é muito grande guria, e o que você pede, eu peço também. e incluo um pouco de paz, pra respirar melhor, longe da loucura por uns tempos. beijos

poderá gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...