segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Em terra de obesos,

quem tem um amigo(r) é rei.

A amizade é um bicho muito sôci. É aquela velha história de não saber por que dá tão certo, por que mundos tão diferentes de repente resolvem que podem andar juntos, por que as tantas risadas levaram a gente até tal ponto. Contigo é por aí mesmo. Um certo dia, quando você ainda era magro e quando eu ainda era quieta, eu ouvi alguém dizer que morava numa terra chamada pau-da-fome e que, por acaso, era o lugar mais perto da minha terra. Era um cara meio boiola, meio magrelo, meio barbado, muito meio marrento, muito palavrudo, muito macho pra caramba. Pra mim, era apenas mais um naquele mar de gente e logo depois tornou-se apenas mais um suicida num 756 sem luz, sem freio, quase sem motor. Até que um dia, sem ao menos conseguir me lembrar quando ou onde, aquele magrelo, além de gordo, tornou-se um grande amigo. Um amigo que, além de dividir seu assento especial comigo, dividia também sua vida, seus amigos, suas histórias, seus segredos e me fazia acreditar que o melhor dos gordos é isso, há lugar de sobra pra um coração enorme. Porque é isso o que me vem à cabeça quando penso em você. Apesar de todas as minhas brincadeiras e implicâncias e chatices e mania de te odiar, não é nada disso que vem na minha mente quando falam sobre você. Pra mim, pensar em Igor é pensar num coração enorme (que explica perfeitamente sua gordura). Pensar em Igor é pensar num cara que empresta dinheiro pras suas amigas mesmo que isso signifique ele não vai comer. É pensar em alguém que anda do lado da rua e desce primeiro do ônibus, só pra se certificar que você não vai morrer por causa de algum maluco do trânsito. Tem gente que estranha aquele cara marrento que bate lá na sala vezenquando e dá uma de dono do lugar, eles não sabem é que isso é só uma pose e por trás dele tem um cara que levanta pra você sentar, cala a boca pra você falar e sente frio pra você se aquecer. Esquece aquela história de te odiar, hoje é teu aniversário e, portanto, eu te amo. Não só hoje e não só porque hoje seja o seu dia. Mas porque você é o melhor amigo do universo inteiro. Porque você me ouve quando eu tô atacada e escuta minhas histórias com a maior paciência do mundo. Porque você me faz companhia quando o mundo fecha a porta na minha cara e me dá um abraço de gordo que esmaga qualquer tristeza que possa existir. Porque você sabe mais do que eu sobre mim e talvez seja a pessoa mais capacitada pra dizer quem eu sou de verdade. Porque você confia em mim e porque eu confio em você. De olhos fechados, de mãos atadas, de boca fechada. Se me largassem no fim do mundo e vendassem meus olhos, atassem minhas mãos e amordaçassem minha boca, eu estaria tranquila se me dissessem que você estaria lá. Porque eu sei que você sempre vai dar um jeito de cuidar de mim. De não me deixar ser atropelada, sentir fome, frio ou dor de cabeça. Eu sei que você sempre vai ter um remédio, um abraço, um sorriso de gordo e uma paciência enorme pra lidar com a minha tpm. É por isso que hoje eu não podia só te mandar um depoimento tão sonhado, eu tinha que te dar o melhor e por enquanto isso é o melhor que eu tenho. Um dia eu vou te dar uma carreta, a fatal, um mês inteiro num spa, contanto que ao emagrecer seu coração não diminua nem um tantinho. Eu te desejo todas as coisas mais bonitas possíveis, um futuro incrível, muito rock'n'roll, menos palavrões, mais risadas, mais histórias pra você me contar, tudo o que todo mundo diz nessas épocas, quero tudo em triplo pra você. E desejo inclusive um pouquinho de vergonha na cara e uma piscina limpa pra você convidar seus amigos. Seja muito feliz fazendo o que você sempre quis. Use sua memória de elefante pra se lembrar sempre de uma chata que deu um jeito de alegrar seus dias com alguma piada sem graça, te contou um milhão de histórias e te deu um milhão de conselhos que nem ela sabia se dariam certo. Eu sei onde você mora, gordo, se algum dia você sumir, eu paro o pau-da-fome pra te encontrar, porque mesmo que eu te odeie por alguns minutos, depois eu sempre arrumo um jeito de te amar mais. Obrigada por tudo. Mesmo. Por trás de toda aquela implicância e todo ódio no coração, tem alguém que te ama pra caramba e não imagina uma rotina sem você.
Parabéns, Igor(do).O mundo (ao menos o meu) é um lugar incrivelmente mais feliz por causa do seu peso.

4 comentários:

Gio disse...

Até eu me emocionei com as tuas palavras. Sorte do Igor de ganhar um texto desse de aniversário e ter um lugar no seu coração. Adoro como você transforma tudo em um jeito mais bonito

Pelo amor ou pela dor .. ! * disse...

Que liiiindo! Amo teus textos, e gostei do final *-*

dianaBruna disse...

Que lindo!
Adoro textos sinceros...
Beijos

Luiza disse...

hahaha eu ri! você é uma pessoa muito boa, com um coração muito doce. adoro esses seus textos com dedicatória, mostra como você é de verdade. beijos

poderá gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...