quarta-feira, 26 de maio de 2010

Para a menina da bolsa furada.


Eu sei, menina, eu estive ali o tempo todo te observando. Vi você chegar com aquela sua bolsa enorme e pesada. Vi seu sorriso sincero no início e que ao longo do tempo passou a ser um disfarce de tudo o que passava por dentro. Vi você se apaixonar, fazer planos, realizar alguns e perder outros. Vi suas decepções, seus recomeços, suas dores e alegrias. Estive aí naquela vez que parecia ser pra sempre, naquela outra que foi só um passatempo e naquela que parecia ser a verdadeira. Vi seus sentimentos se misturarem e virarem uma bagunça. Vi você fazendo o que não combinava contigo e o que eu jamais imaginava que você pudesse fazer. Vi seus erros e acertos. Vi corações sendo partidos, reconstruídos e partidos novamente. Vi quando ele chegou e quando ele foi embora. Vi seus olhos brilharem pra no momento seguinte derramarem lágrimas. Vi sua bolsa se enchendo, esvaziando, enchendo e esvaziando novamente. Vi até aquela vez em que ela simplesmente furou. E de uma só vez foram jogados ao chão um milhão de esperanças. Vi pessoas te virando as costas quando você precisou, mas vi amigos do seu lado escutando a sua dor.
Até me vi em você algumas vezes, afinal, todo mundo passa por alguma dessas coisas um dia. É aquela velha sensação de choque, banho de água fria, como dizem por aí. Devem chamar assim porque é coisa que acorda, desperta a gente pra viver a realidade, que nem sempre é do jeito esperado. A realidade é dura, menina, acostume-se com isso. Aprenda a ter um sorriso no rosto mesmo quando o coração estiver em prantos. Aprenda que a felicidade deve ser mais do que um objetivo, ela tem que ser um estilo de vida. Não deu pra ser feliz no amor? tente ser feliz em outra coisa. Compense decepções com sorrisos, amigos e canções. Caiu? Levante. E essa é a hora, menina, levanta. Sacode a poeira, cabeça pra cima, passado pra trás. A hora é agora. Decepções todo mundo tem, o tempo todo, a diferença é forma como você decide superar. Eu sei que dói e parece que não vai passar nunca, mas passa. Sempre passa. O amor é assim mesmo. Ninguém nunca disse que seria fácil, ninguém nunca disse que daria sempre certo. Amor não é equação matemática com um só resultado. Amor é uma porção de incógnitas e variáveis. Você tentou, ele também. Talvez não fosse o tempo certo, talvez não fossem as pessoas certas. Aproveite pra aprender, pra tirar lições para uma próxima vez. Se proponha a ser uma pessoa melhor, a perdoar seus próprios erros, a começar do zero, a não fazer o que foi feito dessa vez. Reescreva seu caminho, de repente o leve até ele novamente, dessa vez sem desvios e buracos. Chore, grite, esperneie, escreva, desabafe, ponha pra fora tudo o que ainda existe aí dentro até que só sobre um vazio, aquele tipo de vazio que é um preparo pro que ainda virá. Recolha sua bolsa do chão. Sua bolsa furada que foi despejando os sonhos ao longo do caminho. Recolha-a, costure-a e a encha novamente, dessa vez de sonhos maiores.
Vai ser dada a partida, não perca mais tempo, comece uma nova rodada. E se o resultado não for bom, lembre-se que sempre se pode recomeçar, aproveite enquanto ainda somos jovens.

10 comentários:

Luiza disse...

AMEI ESSE TEXTO! anota ai! ficou maravilhoso, maravilhoso, maravilhoso³³³³
MEUS PARABÉNS!
parece que você escreveu pra mim ><
Beijos flor, palmas pra ti *-*

Mandy disse...

Aaaai Nicole, eu me senti tão amada agora *-* Sério mesmo, foi lindo isso o que você deixou lá pra mim :) Adooorei. Bom, quanto ao texto, você fez pensando em mim? (: Parece demais que foi viu. Ta lindo, e eu sei que deveria fazer tudo isso dae, e dar a volta por cima, mas até agora não ta dando. Eu escrevi aquele texto meio confuso, mas ele tava mostrando o que eu realmente tava sentindo =/ Sei que você tava presente quando eu tinha a maior felicidade de todas, lembro muito bem disso. Pena que você tambem ta presenciando essa tristeza que não quer acabar. Enfim, espero ficar bem logo viu, pra poder escrever textos e mais textos bonitos e felizes pro principe da minha vida *-*
Adoooro demais você. ♥
Mandy

Evelyn Ceinwyn . disse...

Nossas bolsas, ah como gostam disso, ou até mesmo se chateiam com seu designio: encher-se , esvaziar-se, encher-se...
Carregamos tantos sonhos, tantos anseios, amor, tristeza e ilusões.
Temos as palpebras pesadas de sonhos que vão se desfazendo ao longo do caminho, mais não desistimos, porque como tu mesma disse, sempre se pode recomeçar...

Nossa menina, teu texto ficou encantador, me vi muito nele.
Beijos.
Boa noite querida.

Monique Premazzi disse...

Simplesmente perfeito esse texto, eu fiquei impressionada com o jeito que você escreveu. Achei lindo, lindo mesmo. Concordo com cada palavra que você colocou nesse texto. Recomeçar, sonhar ainda mais, se reencontrar, viver, correr, cair, levantar é algo que temos que fazer pelo resto da vida e aprender a tirar lições dessas coisas que tanto dói.

P.S: Fiquei tão feliz com o seu comentário! Nossa, obrigada pelos elogios viu? Eu fico muito feliz que as pessoas gostem do que eu escrevo com muito amor *-* Obrigada mesmo xx

Melodias de uma garota nada normal !!! disse...

caramba adorei mesmo seu texto..me descreveu..atée me deu uma animada agora valeu msm..bjos

dianaBruna disse...

Egua Nicole...
Eu chorei agora. Chorei porque parecia que você tinha escrito tudo isso para mim - porque minha bolsa furou, meu sonhos foram ao chão, meu coração foi despedaçado, meu dia-a-dia já não é mais... Mas eu sei que agora eu tenho que crescer, erguer a cabeça, seguir em frente.

Amanda Arrais disse...

"A realidade é dura, menina, acostume-se com isso. Aprenda a ter um sorriso no rosto mesmo quando o coração estiver em prantos."

- A arte de sorrir cada vez que o mundo diz não. [Maria Bethânia]

Adorei a metáfora da bolsa e a ideia do texto inteiro! Muito bonito :)

x Débora disse...

Ooi, deixei selos pra ti no meu blog,
http://tenhapacienciameu.blogspot.com/

beijo!

Emi disse...

Caraaaaaamba, Nic! Quer me fazer chorar? Que coisa mais linda esse texto! Um dos mais lindos que eu já li aqui!
''Talvez não fosse o tempo certo, talvez não fossem as pessoas certas. Aproveite pra aprender, pra tirar lições para uma próxima vez.''
Falou isso comigo, não foi? Só pode!
Beijoos, adoro aqui!

Isadora disse...

Que texto fantástico! Sensível, verdadeiro... Obrigada por isso ;)

poderá gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...