quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Ao bom velhinho.

Querido papai noel, eu sei que já faz tempo que eu não te escrevo, mas esse ano eu resolvi fazer diferente, porque eu preciso quero que as coisas sejam diferentes daqui pra frente, então resolvi pedir uma ajudinha. Eu sei que eu já passei da idade, mas existe uma criança imortal aqui dentro, papai noel. E essa criança insiste em acreditar que o senhor existe. Ela sonha com um mundo cor-de-rosa, príncipes encantados e felicidade pra todo mundo.
Eu poderia te pedir, papai noel, que o senhor tornasse o mundo um lugar melhor, que as dificuldades fossem superadas, as crianças ficassem na escola, os errados na prisão e os sonhos no coração, mas essas coisas quem tem que consertar somos nós que estamos aqui todos os dias do ano. O senhor é um homem muito ocupado e só aparece aqui no natal, justamente quando as pessoas jogam o lixo embaixo do tapete, graças ao tal espírito natalino. Então, papai noel, eu te peço que, por favor, o senhor coloque pilhas extras em todos os sapatinhos que encontrar nas janelas. Quem sabe, com essas pilhas mágicas, a vontade de mudar o mundo permaneça durante o ano todo, não apenas no natal.
Eu nem sei se eu mereço sua atenção, papai noel, deve haver uma porção de crianças fofinhas, bonitinhas e bem educadas pedindo a sua ajuda, eu sou apenas uma criança grande, feia, que não sabe se comportar. Eu tentei fazer tudo certo, papai noel, dei lugar pra velhinhos no ônibus, esvaziei meu guarda-roupa e dei pra quem precisava, mas mesmo assim, eu fiz pouco. Sem contar que eu sou teimosa, estresso as pessoas e o pior, destruo corações. É, papai noel, as pessoas se aproximam de mim com as melhores intenções do mundo, mas eu vou lá e destruo seus corações. Eu queria pedir que o senhor colasse de uma forma bem firme esses corações que eu despedacei, mas eu sinto que já que fiz a besteira, é minha obrigação juntar esses cacos. Então, papai noel, na meia pendurada na minha lareira, coloque uma capacidade de aquecer maior do que a normal, pra que as pessoas possam se sentir aquecidas e protegidas do frio quando eu me aproximar e assim terem seus corações curados.
Sabe, papai noel, dessa vez, eu até montei uma árvore de natal. E pendurei nela tudo o que tem direito. Uma estrela no topo, sinos, anjos, coisinhas coloridas e tem até você, papai noel, brincando no seu balanço que eu sempre imaginei que ficasse no seu quintal. Passei a adorar essas coisas de natal, papai noel, tudo tão colorido, brilhante, nessa época eu realmente chego a acreditar que o mundo todo pode ser feliz.
Ah, papai noel, faz tanto tempo que eu não te escrevo que eu não consigo nem lembrar quantos pedidos a gente pode fazer. Seja lá como for, eu acho mesmo que todos os meus pedidos se resumem num só: Eu desejo que o espírito natalino seja mais que natalino, que seja carnavalesco, pascoal, que seja diário. Na feira, no shopping, na rua, que as pessoas ajam como agiriam no natal, como se fosse obrigação delas presentear os outros, com bonecas, roupas ou só com o amor mesmo, daquele jeito que só o natal consegue fazer.
É isso, papai noel, se sobrar um espacinho na sua agenda, põe a minha casa no seu roteiro.
E... papai noel, agora eu já sou uma "menina grande", eu acho que já posso entender o que eu sempre quis saber: "Como é que o senhor consegue entrar na minha casa, se eu não tenho chaminé?"

Beijos, Papai Noel, Feliz Natal.

______________________________

eu sempre quis fazer uma carta pro noel, o PostIt! foi só uma desculpa rs :)

Um comentário:

Little dreamer disse...

"É isso, papai noel, se sobrar um espacinho na sua agenda, põe a minha casa no seu roteiro.
E... papai noel, agora eu já sou uma "menina grande", eu acho que já posso entender o que eu sempre quis saber: "Como é que o senhor consegue entrar na minha casa, se eu não tenho chaminé?"

quer saber um fato engraçado?
quando li isso me arrepiei. Como explicar algo assim?

poderá gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...