segunda-feira, 30 de novembro de 2009

pra você.

Até ontem, depois que você foi embora, eu não sabia o que eu via em você. Um bobo alegre, um idiota, um chato. Eu não entendia por que raios eu decidi que era com você, e só, que eu queria ficar. Afinal, por que querer alguém tão longe, tendo opções tão perto? Eu também não conseguia entender o que você via em mim. Podendo querer tantas outras meninas mais bonitas, bem melhores do que eu. Por que escolher alguém tão pequena, tão insegura, tão boba quanto eu? Eu não entendia e, pra ser sincera, até hoje eu não entendo. Mas ontem, quando você foi embora e, pela primeira vez, eu tive certeza de que você iria voltar, eu descobri que eu não preciso entender e ponto. A vida é assim mesmo, eu não entendo, você não entende, ninguém entende nada. A única coisa que a gente faz é se colocar a disposição pra aquilo que a vida trouxer.
E, depois de tantos sapos, ela me trouxe você. Muito mais que um príncipe, um herói. É, você salvou minha vida. Depois de tanto tempo procurando alguém, eu olhei pro lado e vi você. E você me viu também. Eu não sei o que a gente faz agora, não sei se vou saber lidar com essa responsabilidade gigante que é fazer alguém feliz. Tudo o que eu sei é que, mesmo longe, a gente se vê tanto, tanto, que prefere fingir que não vê nada. Mas eu sei e você sabe que além de qualquer coisa, de se ver ou não, o nosso amor está lá, esperando a hora de poder se revelar. Eu fico aqui pensando: se hoje quando a gente não é nada, você já é tudo, imagine então quando a gente for tudo. Você é cada risada que eu dou; e dou querendo que ela ultrapasse barreiras e vá te encontrar onde você estiver. Você é todas as piadas sem graça que eu conto pras minhas amigas, só porque eu aprendi com você. Você é cada palavra que eu escrevo. Você é cada lugar que eu vou, te desejando do meu lado. Você é cada foto que eu tiro, só pra me enganar e te mostrar que eu sou feliz sem você. Eu posso ser feliz sem você, eu sei. Mas com você a felicidade é bem mais que uma palavrinha de 10 letras. A felicidade é real. E você agora é real. Você é minha felicidade, consegue entender? Eu tenho medo de perder essa felicidade. Eu tenho tanto medo de te perder que eu sugo cada pedaço de você pra um dia, caso você se perca de mim, eu tenha com o que ser feliz enquanto procuro te reencontrar. Eu tenho tanto medo de perder essa nossa ligação que acabo não falando todas essas coisas com medo de te assustar. Até eu me assusto. Como eu posso querer tanto assim alguém? Como cada parte de mim suplica por ter você ao meu lado? isso nunca aconteceu. Às vezes eu temo, outras vezes adoro. Adoro tanto que tenho pena de que como o mundo era menos feliz, antes da gente se encontrar. Por favor, não faça isso acabar, fique até o fim. Deixa eu te mostrar a mulher sensível que existe atrás da menina com um milhão de ironias pra você não achar que a pode ganhar. Deixa eu te mostrar o quanto a gente pode ser feliz. Deixa eu te mostrar o bem que você me faz. Deixa eu dizer, antes que o texto acabe, que você é melhor do que todo o resto do mundo junto, seu sorriso é o melhor prêmio que a vida pode me dar e que eu te amo mais do que eu pensei um dia poder amar alguém. Você é a minha maior saudade, meu maior desejo e o meu maior presente. Por favor, não se perca de mim. Mesmo depois de descobrir meus segredos e defeitos, fica mais um pouco. Vamos descobrir juntos o que a gente faz com esse amor maior que o mundo.

4 comentários:

''Tay' disse...

Floor, como sempre, texto perfeito *-*
Queria encontrar um heroi pra mim, mais até hoje só arranjei sapo.

bjus ;*

Little dreamer disse...

So sei q deu uma vontade louca de chorar.

Anônimo disse...

Texto absurdamente lindo.

Amanda Menezes disse...

Parei pra ler isso aqui por acaso, e adorei muito *---* Nossa, que declaração hein. Acho que não conseguiria fazer uma tão bonita quanto essa. :)
Adooorei Nicole. ♥

poderá gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...