quarta-feira, 18 de novembro de 2009

e se fosse verdade.

Tudo aconteceu numa estação. Uma cena quase incomum naquele lugar com pessoas indo se esconder, fugindo ou indo mudar alguma coisa em algum lugar. As câmeras de segurança registraram tudo. Ele, um cara alto, agia de forma estranha, parecia nervoso, como alguém prestes a dizer alguma coisa que mude uma vida, ou duas. Carregava uma mala cor de rosa, provavelmente, da menina que a acompanhava. Ela tinha o olhar distante, como quem vai, mas vai sabendo que está deixando alguma coisa essencial pra trás. Eu queria poder contar com exatidão a cena que eu presenciei aquele dia, mas por mais que eu me esforçasse, perderia a essência. Vou registrar aqui tudo o que eles, ou melhor, tudo o que ele falou. Ainda não me recuperei plenamente, pode ser que eu deixe alguma coisa passar, mas eis aqui o que foi dito:
" - Não, não vai agora. Deixa eu dizer antes que o trem parta que você cresceu em mim de uma forma inesperada. Esse tempo todo que se passou sem você, só me fez ver que toda essa procura por alguém era inútil, você é o meu alguém. Sempre foi. E eu tive que perder pra dar valor. O quê?! Ah tá. Tarde demais, eu sei. Tudo bem, eu te amo tanto, tanto, tanto que te deixo livre. Se tiver que ser será, lembra?! Ah, boa época aquela em que a gente se via todos os dias e eu era seu melhor amigo. Você sempre me procurava pra me contar sobre os seus namoradinhos. O que tiver que ser será era nossa frase de guerra, lembra?! Éramos tão bobos e eu, tão feliz. Se eu soubesse antes que um dia você ia me fazer tanta falta um dia, eu sairia correndo atrás do seu carro naquele dia em que você se mudou. Desde então, nada nunca mais foi o mesmo sem você. Ah, o trem vai partir?! Mas não dá pra ir no próximo?! Fica mais um pouco, deixa eu aproveitar mais você. Ah, tem alguém te esperando, entendi. Então tá, mas por favor, quando você encontrar esse cara, diz pra ele que ele é o cara mais sortudo do mundo por ter alguém como você. Avisa pra ele cuidar bem de você porque se não, vai se ver comigo. O quê?! Tô parecendo uma criança falando assim?! Eu sei, é que você desperta em mim sentimentos incrivelmente ternos. É um amor diferente, sabe? Diferente de tudo o que eu já senti. É mais que carnal. É me importar com você. É fazer de tudo pra estar do seu lado. É querer cuidar de você. É amar por amar. Sem pedir nada em troca. O quê?! Não dá mais pra esperar? Então tá, vai lá. Só não esquece que você vai sempre ser a minha maior saudade. Ah, me desculpa. Ninguém merece ver um homem desse tamanho chorando, eu sei. Vai lá, não quero te atrapalhar. Mas, olha, quando a hora chegar, volta? O meu amor está acima das coisas desse mundo."
E ela foi embora. Sem dizer nada. Sem olhar pra trás. Com total indiferença. Não sei se ela foi chorando durante a viagem, se lembrou de todas aquelas palavras. As mais sinceras que eu já ouvi na vida. Mas naquele momento, nada me pareceu real, afinal, como alguém podia responder tão friamente a uma declaração daquelas?! Só depois que eu percebi, pelo modo que ela foi embora, que aquele olhar distante era medo de demonstrar todo aquele sentimento que ela havia guardado e escondido a sete chaves durante a vida toda. Ela estava cansada. Cansada de só dar e não receber. Cansada, principalmente, dessa história de amor. Foi então que aconteceu a coisa mais irreal de todas. Quando aquele cara estava indo embora, eu percebi que o conhecia. Era eu. Eu estava me vendo alguns anos a frente. Era eu me despedindo da pessoa que eu mais amo na vida. Eu nunca poderia permitir que ela fosse embora, que se perdesse de mim.
Eu não sei se foi um sonho ou se realmente estive naquela estação. Eu só sei que agora tudo vai ser diferente. Agora eu imagino como seria se a gente pudesse mesmo, sempre que quisesse, ir e voltar no tempo. Pra consertar erros, reconstruir sonhos e aproveitar pessoas que estão do nosso lado hoje e poderão não estar mais amanhã.

_______________________________________________

Pauta pro OUAT.
li um livro esses dias: SLAM, e nele o personagem ia e voltava no tempo, achei legal e resolvi fazer um assim rs. SIIIIIIIM, eu adoro histórias sobre despedidas rs.
ah, esqueci de dizer, meu texto "cedo ou tarde, a gente vai se encontrar" ganhou o primeiro lugar no OUAT *---------------*
ah gente, as provas me fizeram sumir daqui, mas agora eu voltei rs.
prometo responder comentários, ler toooodos os textos de vocês *-*

2 comentários:

Little dreamer disse...

Minha florzinha *-*
cara...toda vez que venho aqui passo a te admirar mais. Que textos mais lindo. Tem frases aí em meio a tantas, que me arrepiaram por completo.

Tay'' disse...

Ual, que texto perfeitoo *-*
ameii ele...

bjus flor ;*

poderá gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...