quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Cedo ou tarde, a gente se encontra.


Naquele dia no aeroporto, apesar de toda tristeza do momento, algo me dizia que as nossas vidas jamais seriam as mesmas. Ele, a melhor coisa que tinha acontecido na minha vida, estava indo embora pra outro país, outro continente, outra vida. Nos conhecíamos desde os tempos de jardim de infância, nos encontramos e nos desencontramos inúmeras vezes, até que, no nosso último reencontro, tivemos certeza de que o destino queria que ficássemos juntos. Daí o motivo da minha decepção quando aquele avião partiu. Ali, eu tive certeza, de que o destino era uma desculpa esfarrapada pra ficarmos juntos.

Tudo começou quando ele recebeu aquela proposta. Uma empresa em busca de 'novos escritores' foi parar no nosso colégio; fizeram um concurso de redação e, adivinhe quem ganhou?! Sim, ele. Mas o que ninguém podia imaginar era que um concurso ingênuo fosse trazer tantas surpresas. Na semana seguinte, a empresa entrou em contato com a família dele, oferecendo uma viagem pra Europa, pra estudar na melhor universidade da França com uma bolsa de 100% com direito a moradia e a levar os pais juntos. De fato, era uma proposta de uma nova vida. Nesse mesmo dia ele apareceu lá em casa, dizendo que precisava conversar comigo. Foi quando ele me disse sobre a bolsa. Perguntou o que eu achava, se eu achava que ele deveria ir. Como ele ousa a me perguntar uma coisa dessas?! Quem sou eu pra decidir o destino da pessoa que eu mais amo na vida?! Eu o disse pra fazer o que achasse melhor, que eu entenderia qualquer decisão que fosse tomada. Ficamos nesse clima tenso, abraçados, sem dizer nenhuma palavra. Naquele momento eu senti que aquele seria o nosso último momento junto. Quando a gente se despediu, em meio às lágrimas, eu apenas disse: 'eu acredito em você, eu sempre acreditei'. E, de fato, aquelas foram as palavras mais sinceras e mais dolorosas que eu já disse pra alguém.
Na semana seguinte, no aeroporto, demos início a nossa nova vida. Ele, na Europa, com outra vida, outras pessoas, sabe-se lá até quando. Eu, no mesmo lugar, com as mesmas pessoas, mas sem a pessoa que mais importa pra mim. Em meio à lágrimas, promessas de manter contato e palavras de conforto, nos despedimos do nosso amor com a certeza de que se o destino fosse mesmo o que dizem que é, daria um jeito de nos juntar novamente.
Mantivemos contato durante um tempo, até que foi ficando cada vez mais raro. Porém, hoje, quando eu achava que não tinha mais jeito, chegou um pacote aqui em casa: o primeiro livro dele. Me agarrei àquilo com tanta força que meus braços amassaram o papel. Era a primeira edição em português, com uma dedicatória que mais parecia uma carta e com o meu nome na parte de agradecimentos. Imediatamente comecei a ler, li tudo em um dia. Terminei aquele livro com as minhas esperanças no nosso amor, no destino e no nosso reencontro, renovadas. O livro era sobre uma menina e um menino que se reencontravam depois de dez anos separados. Na última página estava escrito o último diálogo:


" - Eu acredito em você, disse ela
- Eu acredito na gente
- Promete manter contato?
- Prometo te levar pra sempre comigo."

E na contra-capa tinha uma passagem de avião.
Quer saber? Seja destino, sorte, ou qualquer outra coisa, eu sei que nós vamos ficar sempre juntos. Aqui, na Europa, ou na China, se a gente tiver que se encontrar, a gente se encontra.


Pauta pro OUAT :)

8 comentários:

Tay'' disse...

Textoo perfeito adorei *-*

Little dreamer disse...

perfeito, arrepiante, emocionante..
enfim, palavras me faltam viu amore?!
q coisa mais linda!
real? nao ne?!
Quem dera existisse uma historia de amor, tao perfeita assim na vida real. :S

Bami disse...

Se ficou bom? Sem comentários pra esse texto. Perfeito! Vc escreve super bem. *-*
Amei a história, quem não sonha viver um amor desse. Lindo. *-*
Bjooss

Milena' disse...

Aiin, lindo, lindo *-*
Adoro histórias de despedidas, encontros, reencontros, etc.
Texto perfeito
:*

p.s: quero um livro dedicado à mim, rsrsrsrsrsrs.

~*rafasonehara disse...

Nii eu até me arrepiei nessa

última parte desse dialogo *---*
que texto perfeitooooooo!!!

mais quando esta escrito que é pra ser
se for assim assim seráaa
beijooooooooos
:*

Raissa disse...

Meu Deus! Que texto é esse menina? Acredita que eu chorei com o final? Sério, muito lindo e emocionante. Amei!

Lôoh Toledo disse...

Nossa que texto perfeito, olha gostei muito me deliciei com cada palavra sua!

Olha estou avaliando os textos da edição conto/história com muita atenção e carinho e todos eles me surpreenderam muito!

boa sorte *--*

Lariissa disse...

- Prometo te levar pra sempre comigo."

Isso foi lindo!

o texto é lindo!

poderá gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...